segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Não Te Intimides

Se à tua frente a vida coloca quadros dantescos, não vires as costas apavorado nem fujas. Encara-os de frente e corajosamente e verás que cada linha desses quadros traz uma mensagem que te servirá de guia na estrada, se o souberes decifrar.

Nada na vida tem o propósito de intimidar. Tudo que surge é para ser encarado e analisado. Nada te deve escandalizar, nem te parecer ridículo. Tudo que surge é sério, mesmo o que apresente aspecto cômico ou grotesco. Se souberes descobrir no desencontro das linhas confusas os pontos em que elas se ligam; se acompanhares os pontos chaves, descobrirás o desenho certo que te parece sem sentido e a nada conduzir.

Todas as situações merecem nossa atenção e interesse; tudo encerra lições proveitosas na sabedoria do destino.

Só às crianças oferecemos livros de leitura fácil, ilustrados com figuras facilmente reconhecíveis e agradáveis com desenhos que lhes esclareçam o sentido. Ao adulto oferecemos algo mais substancial para que sua mente analise e compreenda a natureza dos conceitos enunciados. A interpretação varia de acordo com o grau de evolução de cada um.

Não desistas nunca de perseguir teu ideal e não te intimides ante supostos fracassos, pois estes encerram a chave oculta do conhecimento que reclamam tua atenção.

Atravessa teus momentos difíceis com o desejo de prosseguir resoluto, cultivando a silenciosa coragem ante as experiências amargas. Assim conhecerás o triunfo.

Não te intimides, amigo, ante o que quer que seja que a vida coloque à tua frente. Prossegue e muitos aprenderão sobre tuas pegadas. Farás luz nas sombras daqueles que desistem ao primeiro embate.
Não te intimides nunca, haja o que houver. Cenyra Pinto