segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Pensamento Positivo

Pensamentos positivos geram invariavelmente atitudes vencedoras.

Sendo o pensamento uma energia efetiva e que cria formas obedecendo a emanação mental, há que nos atentarmos para o tipo de pensamentos que nutrimos.

Por exemplo: Quando dizemos que somos incapazes de realizar tal tarefa, automaticamente projetamos essas ondas negativas em nós mesmos, e acabamos por nos sentirmos derrotados antes mesmo de tentarmos a realização daquilo que deveríamos realizar.
A isso dá-se o nome de derrota antecipada.

Sem exceção, todos que conquistaram seus objetivos nos mais variados campos de atuação da humanidade municiaram-se de extrema auto confiança.

Outro fator curioso é quando sentimos antipatia por alguém, freqüentemente nossos pensamentos em relação a essa pessoa não são nada generosos, tendemos a maximizar suas fraquezas e sequer observar suas virtudes.

Alguns mais apressados afirmam:

- Foi meu santo que não cruzou com o dele, não adianta, jamais seremos amigos ou sequer teremos um relacionamento amistoso, é melhor que fique ele no canto dele e eu no meu.

Diante disso, poderíamos exercitar o inverso - que fique claro, óbvio que há questões de afinidade que envolvem as criaturas - contudo, nada nos impede de treinar o bom pensamento em torno das pessoas, principalmente aquelas que nutrimos certa antipatia, quem sabe dessa forma não possamos descobrir grandes amigos, ocultos pela má vontade de olhar o lado bom das pessoas, do mundo, da vida...

Precisamos nos desvencilhar da preguiça de nos relacionarmos com as pessoas. Claro, muito mais cômodo e pratico continuar com o velho pensamento negativo em torno daqueles que se antipatiza do que procurar virtudes e motivos para se estabelecer um bom relacionamento, e quem sabe até uma proveitosa amizade.

É a velha inferioridade humana que se nega a ver o lado positivo das pessoas, do mundo, da vida.

E em virtude dos pensamentos nada amistosos que se cultiva em relação a todos, é claro que se verá apenas o lado obscuro e denso de cada um.

Diante disso, cabe-nos a pergunta:

Por que nos contaminamos a todos os segundos com pensamentos tortuosos de pessimismo e desânimo, de desinteresse e arrogância?

Fácil a resposta, pelo simples fato de desconhecermos os mecanismos de atuação do pensamento, e isso, saliente-se que é fruto de nossa mentalidade extremamente materialista que computa como realidade apenas aquilo que consegue ver, ter, pegar, ouvir..

Ou seja, tudo que foge do alcance de nossa falha percepção, tendemos a desprezar, por isso, muitos sequer percebem a atuação marcante do pensamento em suas vidas.

Amigo leitor, nossas atitudes começam em nossa casa mental, portanto, cuidemos para que dela emanem apenas pensamentos positivos, de confiança e coragem para que se reflita positivamente em nossa maneira de agir e se relacionar com a vida e com as pessoas.
São nos pensamentos que se constroem atitudes vencedoras!

Pensemos nisso.

Artigo gentilmente cedido por Wellington Balbo