sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Temos o que merecemos! Somos o que pensamos!

Prezados Irmãos e amigos!

Fazendo uma reflexão do cotidiano, cheguei a conclusão que as pessoas aderem a comunidades espíritas, muitas vêzes sem ter a noção exata do Espíritismo.
O Espiritismo é fundamentado nas obras de Allan Kardec, O Evangelho Segundo O Espíritismo, O Livro dos Espíritos, O Livros dos Médiuns, A Gênese, Obras Póstimas, O Céu e Inferno e O que é o Espiritismo.
Para nos basear-mos na verdade espírita, é necessário que a mensagem esteja de acordo com a codificação de Kardec acima citada, fora dela rejeite.
Mas, é claro que estamos em evolução e a cada revelação dos espíritos superiores, podem notar que nunca discordam da codificação que foi escrita pelo Espírito de Verdade.
Nós somos o que pensamos e temos o que merecemos, não adianta fórmulas mágicas para alcançar tal coisa, que não vai conseguir se não merecemos.
Daí a inportância da reforma íntima que vai nos proporcionar uma vida melhor baseada nos princípios do Evangelho de Jesus.
Através da reforma íntima, reforçamos o contato com a Espiritualidade Superior, onde estaremos dentro do plano traçado pela Divina Providência, para contribuírmos cada vez mais com o processo de transição planetária que já se inicionou.
As pessoas que pensam que na última hora poderão fazer sua reforma íntima, estão totalmente enganadas, pois não há mais tempo para perdemos, pois a reforma íntima é feita de forma gradual e não istantântea.
Vamos nos esforçar para amarmos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Sei que é preciso exercitar essa benção para que possamos um dia alcançar a casa dos bem aventurados.

Um forte abraço,
Antonio Carlos Laranjeira Miranda