quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Infâmia da Revista Superinteressante sobre os cem anos de Chico Xavier.

Revista Super Interessante tenta humilhar a imagem de Chico no seu centenário, através de reportagens de pessoas sem o menor conhecimento da Doutrina Espirita, e com má intenção de denegrir a imagem de um Santo.


Caros amigo,

Também quero registrar aqui a minha tristeza e insatisfação em ver que ainda no mundo de hoje pessoas como estas que manipulam a informação a usem para provocar discussões negativas em torno de uma obra belíssima como a de Chico, que considero em nosso tempo ser um espirito que mais revela a imagem e semelhança do nosso amado Jesus.
Mas a mídia vive de sensacionalismo e pertubação, não ia ser diferente agora afinal vão ganhar milhões em cima disso. Mas vamos nos lembrar do programa Pinga Fogo onde quiseram colocar o Chico em contradição mas aconteceu ao contrário atraiu mais pessoas para doutrina. Acreditem isso será esquecido e perderá credibilidade. Eles falaram de algo sem ter fundamentação para isso era preciso ser um estudioso da doutrina que a meu ver não é uma religião e sim uma ciência que estuda a razão das coisas.
A doutrina ganhou muita força através de Chico e seus companheiros trabalhadores do bem, mas vejam que o ser humano ainda tem muita dificuldade em conhecer a Lei da Ação e Reação que se torna esclarecedora através do espiritismo. Mas todos tem o seu tempo...Vamos divulgar a verdade do espiritismo para que infamas como estas caiam por terra. Abraços


O próprio CHICO nos dá a resposta a esse tipo de reportagem:

Conta-nos Carlos Baccelli, conhecido médium de Uberaba, que em uma das últimas reuniões no "Grupo Espírita da Prece", ouviu Chico Xavier comentar com amigos de São Paulo:

A Doutrina é de Paz...Emmanuel tem me ensinado a não perder tempo discutindo.

Tudo passa...As pessoas pensam o que querem a meu respeito e falam.

Estou apenas tentando cumprir o meu dever como médium.

Companheiros me escrevem fazendo insinuações em torno da Obra dos Espíritos por meu intermédio...

O que posso fazer?

Estamos numa Doutrina livre de opinião.

Devo prosseguir trabalhando.

O meu compromisso é com os Espíritos...

Não pretendo ser líder de nada.

Estou consciente de que tenho procurado fazer o melhor e sou grato aos nossos Benfeitores por não terem me permitido uma vida inútil.

Um dia, nós vamos compreender a necessidade de uma união mais profunda quando nos sentirmos ameaçados pelas religiões intolerantes, que estão crescendo muito...

Prestes a entrar pela saleta onde a tarefa do receituário o aguardava, concluiu :

== Eu não sei onde vamos parar, atacando uns aos outros assim...

Os Espíritas devem estar com muito tempo; e da minha parte, não tenho tempo de responder nada...

Já saio da cama com muito serviço, o dia todo.

Lamento os companheiros que ainda não descobriram a alegria de viver com espírito desarmado.

Depois, eles se queixam de depressão, falta de fé...

Ora, estão cavando um abismo!

Como é que haverão de enfrentar a hora da desencarnação?

Graças a Deus, nunca briguei com ninguém...

Eles têm tentado me provocar, digamos, me enrolar...

Mas eu não posso.

Emmanuel não me dá tempo.

Vocês me perdoem, mas agora mesmo ele está dizendo que já falei demais!

Ainda bem que não tenho tempo!

Seria mais um para polemizar!

Antes de fechar a porta da saleta que dava para a sala de reuniões, arrematou, sorrindo:

- "De madrugada a gente continua".