domingo, 29 de maio de 2011

O Estudo espírita

Espiritismo sem estudo pode ser comparado a um trem fora do trilho.
O Primeiro dever do espírita, sem dúvidas é estudar.
Não basta frequentar só as reuniões(ajudam muito) para deter o conhecimento Espírita, bem como um espirito liberto não sabe de toda a realidade Espiritual.
Sem estudo por exemplo pode acontecer que o médium não saiba que existem espíritos se comunicando com Ele, com menos conhecimento do que os mesmos.
Mediunidade é intercâmbio e o médium deve estudar o máximo possível para que não venha com mensagens deturpadas.
Quanto mais consciente o médium maior é a sua responsabilidade pela autencidade da comunicação.
Bem como pode acontecer que por falta de conhecimento, as pessoas ditas espíritas afastem as pessoas que querem conhecer o Espiritismo, como se fosse algo de sobrenatural e cheio de rituais.
O Estudo deve ser individual, no Centro Espírita, reuniões, Congressos,Encontros e Tirar dúvidas com amigos, para daí amadurecer conhecimentos que o farão encarar de frente a fé raciocinada e não uma fé alienadora como prega certos lugares que loteiam o céu.
Que o Espírita seja sincero e bem intencionado e obterá o aval dos Espíritos Superiores; caso contrário, precipitar-se-á, mais cedo ou mais tarde, na vala escura do desequilíbrio.

Antonio Carlos Laranjeira Miranda