sexta-feira, 31 de julho de 2009

O PASSE ESPÍRITA

O passe não é somente uma prática Espírita. Muitas religiões, seitas e mesmo terapias alternativas usam o passe como um dos seus mecanismos de cura, apesar de normalmente usarem nomes diferentes.Basicamente, o passe envolve uma troca de fluidos (geralmente do médium e do plano espiritual para o enfermo), e não possui qualquer tipo de contra indicação, sendo sempre valioso nos diversos tipos de enfermidades e distúrbios, podendo ser aplicado em qualquer pessoa e de qualquer idade. Mas para se ter maior eficácia, requer-se do médium hábitos sadios e atitudes cotidianas exemplares, baseadas na simplicidade, humildade e controle emocional. E do beneficiado, que eleve o seu pensamento e se ponha em atitude de fé verdadeira e que se disponha à cura mudando seu comportamento através da reforma íntima.É muito importante a sintonia vibracional nessa troca de fluidos (entre o espírito auxiliar, o passista e o necessitado) para que a freqüência miraculosa do amor se estabeleça e se cumpra a sua função fraternal.Há três tipos de passes: os espirituais, os magnéticos e os mistos. Nos primeiros, os fluidos são predominantemente dos Espíritos; nos magnéticos, recebem influência dos fluidos do magnetizador; e nos mistos, há uma espécie de equilíbrio entre as duas fontes de fluidos.Os passes geralmente devem ser ministrados nos Centros Espíritas, mas dependendo das condições morais/ espirituais dos envolvidos na prática, é possível se realizar podendo ser aplicado em qualquer local, a qualquer hora.Os espíritas que estudam seriamente o Espiritismo acreditam apenas na prática do amor, da caridade, da boa vontande, da disciplina e de todos os demais bons sentimentos, aliada à coerência doutrinária e ao respeito às orientações de Allan Kardec e da Federação Espírita Brasileirsefacaridade@ig.com.br cometer excessos, falo de certos hábitos que possam prejudicar a própria pessoa que aplica o passe, tais como: não comer demais, não fumar, etc. Não existe, ao meu ver, uma fórmula concreta, mas acredito que a boa vontade em ajudar,faz com que nós nos ajudemos ajuda antes de tudo quem aplica o passe, pois está nos princípios basilares do Cristo.